After thousands of conversations with hundreds of brands, I’ve noticed something strange: Small brands are always trying to look big, while big brands are often trying to look small. I understand where each is coming from, but my advice is the same: It’s more important to make your brand seem human.

The more personal your marketing, the more likely the audience is to feel a connection to the brand, to care and to know what matters to you. Big or small, the brand that feels most human is likely to win the business.

There are so many areas to add a personal touch to your marketing, yet so many brands miss these opportunities.

{

Depois de milhares de conversas com centenas de marcas, notei algo estranho: pequenas marcas estão sempre tentando parecer grandes, enquanto grandes marcas muitas vezes estão tentando parecer pequenas. Eu entendo de onde cada um está vindo, mas o meu conselho é o mesmo: É mais importante fazer a sua marca parecer humana.

Quanto mais pessoal for o seu marketing, maior a probabilidade de o público sentir uma conexão com a marca, cuidar e saber o que importa para você. Grande ou pequeno, a marca que se sente mais humano é susceptível de ganhar o negócio.

- Microsoft Translate

}

  1. Conteúdo social.
  2. E-mail marketing.
  3. Página de vendas.
  4. Sobre nós.
  5. Artigos e conteúdo do blog.
  6. Você é a diferença.

Segundo a AMA.org o Linkedin em seus testes de comunicação diagnosticou que para "as imagens com pessoas tinham uma taxa de clique 16% maior do que imagens com objetos. Pessoas e rostos fazem uma enorme diferença na capacidade de um post social para direcionar o tráfego para o conteúdo." portanto adicione imagens de pessoas em suas publicações, invista nas fotos do seu produto e representantes.

Adicionar um nome (pessoal) no envio do seu e-mail marketing pode gerar até 20% de novos leitores, pois é mais fácil excluir e-mails empresariais.

Utilize os mecanismos citados acima para se diferenciar, entregue conteúdo relavante em seu blog para que seus consumidores possam melhorar suas experiências de consumo, entregue valor em todas suas ações e trate-o com pessoalidade e não como uma massa de manobra.